Os sons no sítio certo

gadgets musicais

Everything in its right place, Radiohead@Paris 2001

Que Thom York tem uma voz singular, já todos sabemos. Mas os “aparelhinhos electrónicos” extrapolam aquilo que nos parece já o limite do invulgar.

O que nos faz deambular perdidos ao som de “Everything in its right place” é um objecto criado pela Korg – o Kaoss Pad é um processador de efeitos via touchscreen e pode ser utilizado como um processador normal ou aplicado numa guitarra (como Matt Bellamy – vocalista e guitarrista dos Muse – o usa).

O primeiro Kaoss Pad apareceu em 1999 como uma simples ferramenta de DJ. Neste momento, é explorado nas criações de Brian Eno, Peter Murphy, Placebo ou Mike Patton.

O Kaoss Pad é uma forma de levar os sons para o domínio do controlo muscular. Se tivermos alguns Kaoss Pad em sintonia, podemos brincar com os próprios sons, com o carácter físico dos sons. Brian Eno

Ao movimento de um dedo podemos recriar efeitos de estúdio e brincar com o som nas nossas mãos.

Só assim, e sem recorrer ao piroso playback, Thom York pode dar uma escapadinha do palco e curtir no meio do público, sem deixar de se ouvir.

2 thoughts on “Os sons no sítio certo

  1. Ora vamos lá a ver…quer-se dizer…queres ver que tu agora queres um Kaoss Pad pró próximo aniversário….tá bem,tá….só coisas fáceis de encontrar e baratinha…calculo….vai mas é trabalhar ó moça…iiiiiiihhhhhhh…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s