Viver nas tuas pálpebras.

music in motion, palavras com música

Eyelids, realizado por Brad Bischoff

Música de Doug Orey

Poema escrito por Brad Bischoff à namorada no dia de São Valentim

Descobri que quando fico feliz, a minha íris fica mais colorida e pigmentada. E que isso se nota.

E que há pessoas que gostariam de viver na pontinha das nossas pálpebras, à espera de um sinal da íris, só para nos verem mais felizes.

E que quando estamos cansados da luz do dia, alguém nos puxa devagarinho as pálpebras até fecharmos os olhos e dormirmos. Em paz.

E que os nossos olhos, muitas vezes, não são nada mais do que o reflexo da pessoa que está ali, à nossa frente (mesmo que esteja escondida nas nossas pálpebras).

 

I hope one day you look at me

Because I really want to talk to you

I hope one day you know my name

And even let me walk with you.

If only I could introduce myself

Just walk up and say “hi”

If only i could work up the courage

But i’m just too shy.

I have trouble concentrating

When you sit across from me

I can’t stop looking at you

And thinking of where i’d like to be.

If I could live in one place

Whenever, wherever

I would choose the edge of your eyelids

‘Cause then I’d be with you forever.

(…)

I’d live on your eyelids

And I’d never leave

Because one of those days

You just might notice me.

2 thoughts on “Viver nas tuas pálpebras.

  1. E que bom é encontrar uma dessas pessoas que vivem nas nossas pálpebras… às vezes penduradas nas nossas pestanas, bem agarradinhas, para não caírem…😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s